Sorria, você está sendo "filmado"


Como premissa gostaríamos de citar duas leis da Ciência Universal, mais precisamente, da Física e que vigoram até hoje: a Lei da Ação e Reação e a Lei que rege nosso Sistema Planetário, isto é, a Lei da Gravitação. Embora independentes elas se completam. A primeira diz que "a toda ação corresponde uma reação igual e contrária". A segunda que todos os planetas do Universo interagem através de uma força, chamada Gravidade, cuja intensidade é diretamente proporcional às massas dos planetas e inversamente proporcional à distância que os separa. O importante a destacar é que nada no Universo trabalha sozinho e que o equilíbrio do mesmo se mantém pela interação de todos os seus elementos. Se um planeta A atrai um planeta B, este também, por sua vez, atrairá o primeiro, sendo que as intensidades das forças de atração são iguais. Cada elemento é importante para a harmonia do Sistema e uma falha qualquer de uma de suas peças influirá com maior ou menor intensidade em todas as outras provocando um desequilíbrio que dará origem a catástrofes de todas as ordens.

Fazendo uma analogia do Sistema Planetário com a nossa vida como seres encarnados aqui na Terra, poderíamos dizer, com absoluta certeza, que também neste caso são aplicáveis as duas leis da Física a que nos referimos. Assim sendo há constantemente uma interação entre cada um de nós habitantes deste Planeta, através de ondas eletromagnéticas em forma de energia e cuja fonte nada mais é senão o nosso pensamento.Quando emitimos pensamentos bons, quando estamos alegres, contentes, espalhamos essa energia "positiva" para os que estão próximos de nós e obviamente recebemos também emanações fluídicas recíprocas de alta qualidade.

Quando emitimos pensamentos ruins, quando estamos tristes, deprimidos, de mau humor, espalhamos energia "negativa" e recebemos de volta emanações de baixa qualidade. É um círculo vicioso.

De nada adianta ficarmos mau humorados por não havermos conseguido o que desejávamos, pois esse comportamento não irá modificar favoravelmente a situação vigente, isto é, não adianta resmungarmos, reclamarmos e esbravejarmos para conseguirmos um teto, um veículo, um emprego ou, até mesmo, um afeto, um carinho, um amor. Nada iremos conseguir desta forma. Mas modificará, sim, desfavoravelmente, o ambiente no qual nos encontrarmos: este ficará mais denso, pesado, conturbado e o comportamento dos que estiverem conosco será envolvido por essas vibrações de baixa qualidade, criando um clima de astral baixíssimo que fatalmente atinge a todos inclusive a nós mesmos.

Perseveremos, pois, incansavelmente em nossa Reforma Íntima, independentemente de onde e de com quem estejamos. Como disse André Luiz, no livro Sinal Verde: "Enfeite-mos o local em que nos encontramos com os recursos da gentileza e do bom humor, lembrando que a alegria do próximo começa sempre no sorriso que conseguimos lhe dar".

Autoria: 
Job Gil Ferreira