Paz e Amor 30 anos: homenagem à Irmã Laura


Estamos dando neste número alguns dados biográficos da irmã Laura Weber, que durante muitos anos exerceu o dom mediúnico com verdadeiro espírito de solidariedade aos enfermos e necessitados que a procuravam. Jamais deixou de atender a qualquer pessoa que solicitava ajuda, através da sua mediunidade.

Observei casos gravíssimos de obsessores, casos em que as entidades se manifestavam violentamente, pondo em risco sua integridade física. Ela, porém, envolvia os pacientes com profundo amor e, com muita confiança entregava-se ao seu mentor, Dr. Licurgo Pereira, que passava a doutriná-los. Muitos deles se afastavam chorando, agradecendo as orientações recebidas. Foram inúmeros os casos de curas realizadas através de sua mediunidade, como médium e receitista que era.

Seu mentor havia sido, quando encarnado, médico alopata e depois passou a receitar a homeopatia; porém, antes que seu potencial mediúnico fosse educado, passou por uma fase muito difícil, sendo levada quase à loucura por entidades obsessoras. Em virtude disso foi encaminhada ao então eminente Dr. Militão Pacheco, que presidia um centro espírita e que, após ficar a par do caso, passou a dar orientações que o caso exigia, tais como: leituras edificantes, principalmente os livros básicos da doutrina; o exercício da caridade com acentuado amor ao próximo; passes magnéticos durante a frequência ao centro. Após algum tempo e seguindo sempre a orientação dada, a irmã Laura passou a viver equilibradamente, possibilitando a presença de seu mentor Dr. Licurgo.

No exercício da mediunidade, ela foi agraciada também com diversas entidades de escol, como: Bezerra de Menezes, Humberto de Campos (Irmão X), Anália Franco e Marta Hueler, de nacionalidade irlandesa. Esta última entidade sempre que se manifestava portava seu caderninho de notas, pois que em vida material estudou teosofia e passava, então, a administrar conhecimentos adquiridos na vida carnal e espiritual.

Irmã Laura foi funcionária da Estrada de Ferro Sorocabanos. Exerceu a função de secretária. Seu superior, grande amigo da família, Dr. Mário Câmara, na época deputado federal, conseguiu levantar a creche Humberto de Campos para os filhos dos funcionários e, na inauguração, perante centenas de trabalhadores, a irmã Laura deu passividade ao patrono que agradecia a homenagem dando significativa mensagem, encantando a todos.

Assim foi a nossa irmã Laura, que durante muitos anos se fez presente, com muita assiduidade e devotada sempre à causa espírita.

Hoje ela vive no plano espiritual e, como ela mesmo diz, ao lado de seu amigo e mentor Licurgo.

Vez por outra se faz presente em nossas atividades doutrinárias através da mediunidade de nossa irmã Manuela, assim também como o Dr. Licurgo Pereira que dá orientação às crianças da Escola de Moral Cristã (Evangelização Infantil).

Nossa querida irmã nasceu em 11 de março de 1900 e desencarnou em 1988. Um exemplo que deve ser vivido por todos os médiuns.

Autoria: 
Oscar Camanho

tenho o merecido de ser agraciada pelo espirito de irmã laura onde ela faz curas en um centro que eu trabalho . muito meiga e bondosa cativa a todos com seu carisma , fiquei feliz de ler sua historia